Ser antigo não implica ser antiquado!

Por que tantas empresas antigas fecham? Será que “ser antigo” na vida empresarial significa perda de capacidade de sobrevivência, como na vida pessoal? Por que alguns fundadores conseguem manter seu negócio por um tempo longo?

Com frequência recebo indagações sobre os motivos que contribuem para empresas antigas perderem competitividade, vindo a reduzir de tamanho ou mesmo fechar.

Outro dia chamei, num debate sobre o tema, atenção de um grupo de executivos sobre a diferença entre ser antigo e ser antiquado, que reproduzo aqui.

  • empresa antiga é aquela que já existe e opera há mais de 30, 50 anos podendo ter os mesmos gestores da sua fundação; empresa antiquada é aquela que continua com os mesmos hábitos de seu início, sem dar atenção ao cliente, demorando em dar respostas ao mercado, …
  • empresa antiquada costuma tomar decisões baseando-se no passado, o que deu certo ontem; empresa antiga costuma olhar para a frente, e decidir baseado no futuro, o que poderá dar certo amanhã. O que trouxe a empresa até o sucesso atual pode não ser suficiente para o sucesso de amanhã;
  • empresa antiquada pertence ao dono, e vive para o dono – todos na empresa trabalham para fazer o que o dono manda; empresa antiga pertence ao dono , mas vive para o cliente, pelo cliente, e do cliente;
  • empresa antiquada quando produtos e serviços de excelente qualidade, cobra caro por isto, pois acha isto elegante; empresa antiga quando produtos e serviços de excelente qualidade, pois sabe que os produtos devem ser, cada vez mais, simples e de preço justo, pois sabe que este é o moderno conceito de elegância;
  • empresa antiquada tem muito conhecimento sobre tudo relacionado a seu ramo de atuação, não precisando de aprender com ninguém; empresa antiga conhece seu ramo, produtos, tecnologia, mas tem a capacidade de aprender, com quem quer que seja, e inovar produtos serviços e processos, e, sobretudo, estilo de gestão;
  • a empresa antiquada vive para servir ao dono; empresa antiga existe para servir ao cliente, à comunidade, enfim, às pessoas que a rodeiam e por suas atividades são beneficiadas;

Fazendo uma rápida adaptação no que cantou Raul, é preciso ser “uma metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo

Reflexões…

  • Sua empresa está mais para antiga ou para antiquada?
  • VOCÊ, como profissional ou gestor, está mais para o antigo ou para o antiquado?
  • Se as respostas acima coincidirem, você está no lugar certo. Se forem diferentes, vale a pena pensar no que fazer…

3 comentários sobre “Ser antigo não implica ser antiquado!

  1. Caro Amigo,

    Parabenizo mais uma vez, pelo excelente artigo que muito tem contribuido para ampliar a visão dos estudantes e gestores. Abraços, Marcos Alves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s