Equilibrando o DESEJAR e o PRECISAR…

Você já comprou algo de que não precisava? Já deixou de fazer algo importante, por que havia algo mais ”atrativo” para fazer, e, mais tarde, se deu conta de que aquela tarefa fez falta? O que é mais importante a ser feito: o que queremos ou o que precisamos?

No artigo anterior discorri sobre a importância de desejar algo, sobrepondo-se a precisar. Enquanto agimos em busca do que precisamos, podemos estar apenas buscando satisfazer nossas necessidades atuais, ao passo que, quando desejamos algo, somos impulsionados a buscar mais, e isto pode fazer uma grande diferença em nosso crescimento e desenvolvimento.

Porém …

Há um outro lado da história, quando pensamos demasiadamente em satisfazer nossos desejos, sem que haja, de fato, a necessidade de alcançar determinado objetivo.

  • Isto pode ser visto quando compramos tudo o que desejamos, e, muitas vezes, compramos coisas de que, verdadeiramente, não precisamos. Por isto, a pergunta mais importante, quando estiver diante da possibilidade de comprar algo é: de fato, precisamos comprar o objeto que estamos prestes a comprar?
  • Outra situação é quando abrimos mão de coisas importantes em nossas vidas, necessárias, mas cujo retorno só virá no médio ou longo prazo, e damos preferencia a coisas menores, menos valiosas, mas que nos proporcionarão algum tipo de satisfação no curto prazo. Por exemplo: ir a uma diversão em lugar de estudar para uma prova ou para uma apresentação de um trabalho ou projeto.
  • Às vezes a força do desejo é tamanha que somos impulsionados a comer algumas guloseimas, que, passado o instante da “gula”, servirá apenas para nos deixar menos saudáveis, mais pesados, e até com algum tipo de cansaço ou arrependimento, além do peso na consciência.

Por tudo isto ….

Havemos de equilibrar nossas vontades e necessidades ao decidir o que fazer, ou que caminho escolher, tanto em assuntos pessoais como profissionais ou empresariais:

… a força do desejo é mais importante quando nos impulsiona a crescer, evoluir, de modo que mudemos para um novo patamar de satisfação e felicidade, em nossas vidas.

… o poder do controle exercido pela necessidade será útil para nos guiar em situações nas quais estejamos diante de agir por impulso, salvaguardando os recursos de que dispomos, para garantir tranquilidade e sobrevivência.

Um comentário sobre “Equilibrando o DESEJAR e o PRECISAR…

  1. Foi exatamente esta ótica que percebi quando estamos diante de algo que precisamos e/ou desejamos.Excelente materialização de pensamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s