Ninguém é demitido! – Parte 1

Você já demitiu alguém? Você já foi demitido alguma vez? Conhece alguém que foi demitido? Por que tanta a gente é demitida de cargos para os quais foram contratados?

Ninguém e demitido – parte 1

 

Na verdade nenhuma das questões acima pode ser respondida com um SIM. Ninguém demite ninguém!

Quando fiz esta afirmação, por ocasião de uma palestra recente, notei que os olhares dos presentes focaram arregalados, em minha direção.

Alguns pareciam fulminantes, como se eu tivesse dito a maior inverdade do mundo. Alguém possivelmente pensou: “Como alguém pode fazer uma afirmação destas? Tive um colega que perdeu o emprego na semana passada?”

Um outro deve ter achado a sua empresa uma tremenda irresponsável, pois contratar uma palestra de um “profissional” que se atreve a dizer tamanha bobagem!

E, tão logo, encerrei minha fala, nos debates, uma das primeiras questões foi no sentido de explicar melhor “aquela coisa que você falou de que ninguém é demitido”.

Quando fiz a afirmação, eu estava tratando do assunto de que as empresas precisam definir claramente as responsabilidades especificas de cada profissional. Esta é uma das premissas mais importantes na gestão de pessoas, entretanto, muitas vezes relegada a segundo plano.

Na resposta à plateia da palestra, fiz uso de uma experiência recente, relatada por um colega da área de administração:

  • Meu colega havia me falado de uma experiência recente, com um grupo de alunos na faculdade de administração. Ele solicitara aos alunos que descrevessem, cada uma, suas responsabilidades na empresa. Alguns tiveram dificuldade, mas, afinal, diante da “pressão do professor”, acabaram completando a tarefa;
  • Em seguida, ele solicitou a cada aluno que, no dia seguinte, na empresa, pedissem aos seus respectivos chefes, que descrevessem suas (deles) responsabilidades especificas.
  • A surpresa geral – para os alunos – foi que havia muita divergência entre o que eles haviam relacionado e as respostas de seus gerentes ou supervisores.

E voltei-me para a plateia, perguntando se havia alguém que apostaria que, ao repetir a experiência descrita acima, assumiria menos que 40% de divergência entre sua resposta e a de seus superiores imediatos…..

Silencio foi o que tive de resposta!

O que isto significa?

Que temos, com frequência, um sério problema de desconhecimento das responsabilidades das pessoas nas empresas. Daí, podemos perguntar:

  • Como é que as empresas conseguem alcançar seus resultados, diante de tanta definição imprecisa de responsabilidade?

Não conseguem

Ou, quando conseguem, o fazem com níveis de qualidade e produtividade bem abaixo do que poderia ser alcançado.

E o que tudo isto tem a ver com o fato de ninguém ser demitido?

As pessoas deixam o cargo, função que ocupam, por não cumprirem suas responsabilidades.

Mas elas são demitidas!

Não. Elas se demitem!

Veja continuação no próximo artigo: “Ninguém é demitido (Parte 2)”

4 comentários sobre “Ninguém é demitido! – Parte 1

  1. É verdade! mas infelizmente quem está “se demitindo” quase nunca reconhece isso.
    Como podemos fazer pra ajudar essa pessoa auto avaliar-se?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s