Acorde para Servir! – parte 2

Por que algumas empresas e organizações são verdadeiras servidoras de seus clientes e outras não? Por que algumas pessoas compreendem, decidem, agem e interagem, em prol de empreender, crescer, desenvolver, e outras ficam paradas no tempo, reclamando que os outros não querem, os outros não podem, os outros não agem? Até quando algumas pessoas e empresas, organizações, cidades, estados e países, vão ficar paradas no tempo, sem fazer nada para se melhorarem e melhorarem aos outros, e esperar que o mundo melhore?

Por que resistimos a enxergar as mudanças necessárias?

Dando continuidade à discussão iniciada no artigo “Acorde para Servir”- parte 1 (Acorde para Servir! – parte 1 « Blog de Kleber Nóbrega) prosseguimos a discussão….

Um fato que, infelizmente, poucos se dão conta, é que muitas mudanças são introduzidas não para serem algo a mais, mas para ser algo que será incorporado à rotina. A mudança não vem para fazer algo diferente do que fazemos, mas para fazer diferente o que já fazemos.

Crescer, muito mais do que fazer algo diferente do que fazemos, é fazer diferente algo que já fazemos!

E assim por diante, alguns vão listando uma série de razões para não evoluir, de modo que, qualquer gestor, por mais motivado, energizado e encorajado que esteja, perca totalmente a coragem e iniciativa de mudar alguma coisa numa organização.

Somente alguns, poucos infelizmente, têm coragem e força suficiente para nadar contra a maré de comodismo, empreguismo e conformismo.

Citando a sentença usada no retorno de Steve Jobs à Apple, 12 anos depois de sua “demissão” da empresa que fundara, e com a forte convicção de que a empresa perdera a essência de sua capacidade de inovar:

“As pessoas que são loucas o bastante para pensar que podem mudar o mundo são aquelas que mudam o mundo!”

As pessoas não resistem às mudanças. Elas resistem a serem mudadas.

Até quando vamos ficar esperando que as coisas aconteçam?

Não podemos inovar? Ou temos que apenas repetir o que foi feito por aí? Falar de exemplos de iniciativas inovadoras…..

Como disse Gandhi, “seja a mudança que você quer ver no mundo!”

Toda mudança feita para nós é estressante. Toda mudança feita por nós é motivante!

(autor desconhecido)

Se você não quer/pode/consegue acordar para servir, pelo menos sirva para acordar!

Complementando a série:

Estes dois artigos Acorde para Servir – partes 1 e 2, sucedem a série de 10 artigos sobre Empresa/Organização Servidora, publicados sequencialmente segundo a figura a seguir:

Artigos da série Empresa Servidora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s