Para mudar uma organização, comece varrendo o chão!

Como anda sua vida: limpa e organizada? Ou cheia de coisa por arrumar? Sua empresa/organização proporciona um ambiente de trabalho adequado para as pessoas que ali trabalham? E para seus clientes e visitantes? Sinceramente, você se sente bem quando chega ao local de trabalho?

Varrer o chão pode ser um excelente começo!
Varrer o chão pode ser um excelente começo!

A frase que intitula este artigo não é de minha autoria.

Foi dita por Kaoru Ishikawa, um especialista japonês em qualidade, quando lhe indagaram “por onde começar um programa de gestão da qualidade, numa empresa?”

O professor Ishikawa respondeu prontamente: “comece varrendo a fábrica!”

“Como assim, professor Ishikawa?” Indagou o interlocutor, completando: “o senhor quer dizer que devemos varrer a empresa, retirando as pessoas que não tem competência, ou cujo trabalho apresenta baixo desempenho?”

O professor, consultor e especialista em qualidade argumentou que varrer a fábrica significava retirar a sujeira do chão, limpando os espaços, deixando as coisas organizadas. Tudo isto vai gerar um ambiente propício a que as pessoas pensem, procurem, e pratiquem boas maneiras de fazer as coisas, gerando, consequentemente trabalho de qualidade.

Este entendimento, a partir da resposta dada, levou mais tarde ao Programa 5S, uma abordagem implantada com sucesso em empresas japonesas que visava sistematizar conceitos e métodos baseado nos cinco sensos:

  • SEIRI: ou o senso de UTILIDADE, correspondendo a separar as coisas úteis das coisas inúteis;
  • SEITON: ou o senso de ORDENAÇÃO, relacionado a manter cada coisa em seu lugar;
  • SEISO: ou o senso de LIMPEZA, que tem a ver com manter o ambiente limpo;
  • SEIKETSU: ou o senso de SAÚDE, promovendo hábitos saudáveis no local de trabalho;
  • SHITSUKE: ou o senso de AUTODISCIPLINA, visando que as pessoas ajam de acordo com determinados padrões ou princípios relacionados ao bom trabalho.

Não é intuito deste artigo descrever e aprofundar o Programa 5S, mas apenas citá-lo como uma forma planejada, sistemática e compartilhada de promover um ambiente de trabalho propício às boas práticas de operação e gestão.

E, de fato, muitas empresas e organizações mundo afora adotaram o Programa 5S como estratégia de promover uma mudança organizacional, com excelentes resultados.

Quero trazer, sim, para nossa reflexão, o impacto positivo de ter um ambiente limpo e organizado como forma de trabalharmos melhor. Senão vejamos:

  • Como você se sente ao chegar a uma empresa onde você, cliente, pretende realizar alguma compra. Num ambiente sujo e desorganizado, você se sente motivado a concretizar a compra? Ou, dependendo da bagunça, você é capaz de desistir da compra?
  • Se você é convidado a realizar um trabalho numa empresa, você se sente mais motivado a prestar o serviço num ambiente limpo e organizado, ou isto é algo indiferente para você?
  • Você ficaria confortável em ser atendido num consultório odontológico onde o teto tenha sujeira? Ou o que conta mesmo é apenas a limpeza da cadeira e dos instrumentos do dentista?
  • Quando você entra numa sala limpa e arejada, você se sente à vontade para deixar cair no chão um papel de bombom ou a embalagem de um chocolate?

Afinal, como são as oficinas, restaurantes, hospitais e salas de aula, hoje em dia, comparativamente a algum tempo atrás? De modo geral, excluindo-se algumas regiões menos evoluídas e conscientes, estes tipos de locais, assim como outros, são limpos, organizados, arejados, sinalizados, além de uma série de outras características de um bom ambiente de serviço. É ou não é verdade?

Então, se você quer fazer uma mudança em sua vida, pessoal ou profissional, sobretudo se for algo que requeira mudança de comportamento, mude o ambiente físico, e você terá grandes chances de mudar atitudes e comportamentos.

  • Se quer atender melhor seus clientes, deixe a empresa limpa e organizada, e facilite o acesso do cliente. Você já viu consultório médico (de bons médicos) com sujeira e pó?
  • Se quer mudar a maneira de estudar, organize sua biblioteca, limpe a mesa, jogue fora papéis, apostilas e cadernos que não lhe servem mais. Você já viu um bom professor ser desmantelado com a sala de estudo dele?
  • Se quer emagrecer, esconda as comidas gostosas, tentadoras, deixando o ambiente preparado para os alimentos saudáveis e nutritivos. Você já viu como é a cozinha de uma pessoa magra e saudável? Tudo no seu devido lugar.

Assim, voltamos ao começo: para mudar alguma organização, comece varrendo e limpando o ambiente, deixando a atenção de todos voltada àquilo que de fato, agrega valor e resultado!

Reflexão

  • Como está a sua sala de trabalho: limpa e organizada? Ou cheia de coisa espalhada por todos os lados?
  • Se você está insatisfeito com a produtividade de seu trabalho pessoal, reflita sobre como está a organização de sua sala? De seu armário ou escrivaninha? De sua agenda?
  • Sua empresa está tão organizada e limpa como você gostaria que estivesse?
  • Os clientes percebem sua empresa limpa e organizada, ou suja e empoeirada?

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s