Brasil, para de te maldizer tanto!

Você é daqueles que só veem os erros da Copa do Mundo 2014? Ou você acredita que algo de bom possa estar ocorrendo? Além de falhas de infraestrutura, vaias, xingamentos e pênalti mal marcado, nada existe de bom?

Por um Brasil Sorridente!
Por um Brasil Sorridente!

Impressiona a ênfase negativa da cobertura de alguns órgãos de imprensa a respeito da copa do mundo 2014!

Digo isto por que, apesar de muita torcida contra, além de uma série de atrasos, contratempos e falhas de planejamento e execução, muita coisa de boa está ocorrendo nesta copa do mundo que se realiza no Brasil.

Mas parece que muitos preferem enaltecer o mau, a reconhecer o que há de bom.

Senão, vejamos:

  • Na abertura da Copa, muito mais ênfase foi dada à manifestação de protesto contra a Presidente do que ao belíssimo momento da torcida cantando o hino nacional junto aos jogadores, em uníssono.
  • Apesar de o Brasil ter vencido a Croácia por 3×1, tendo saído de um resultado adverso, pois começou o jogo perdendo de 1×0, com um gol contra, o que mais se ouviu nos comentários: o pênalti marcado de forma errada pelo juiz, que favoreceu o Brasil.
  • Até mesmo o jogador Oscar, que, num excelente dia, tendo dado passes para dois gols brasileiros, além de ter feito o terceiro gol, foi duramente criticado pelo passe errado, que culminou no gol da Croácia.
  • Em Natal, cidade onde não costuma chover 10% do que choveu durante o jogo México x Camarões, enalteceu-se a greve de ônibus, os deslizamentos de terra (devido à chuva excessiva). Quase nada se falou da qualidade do gramado e do excelente sistema de escoamento de água do estádio, que permitiu a realização do jogo sem uma única poça d’água no campo de futebol. E nenhuma menção foi feita aos torcedores que, felizes, chegavam ao estádio a pé ou de carona nos porta malas de quem para lá se dirigia.
  • Em Salvador, a alegria festiva das torcidas holandesa e brasileira na goleada histórica da Holanda sobre a Espanha ofuscava toda e qualquer eventual falha nos arredores do estádio ou limitações de infraestrutura, mas a imprensa, aparentemente sem saber que existe vitória e derrota, insistia em dizer que o futebol da Espanha acabou, quase se esquecendo do rico histórico de vitórias que aquela seleção acumulou nos últimos anos.
  • Em Cuiabá, a beleza do estádio e a alegria da festa da torcida chilena parece que nem existiram, diante de filas, fogos e ambulantes em torno do estádio!
  • Em Manaus, em que pese a beleza do estádio e da alegria da natureza ao seu redor, maior ênfase foi dada às reclamações dos ingleses sobre o excelente gramado do estádio e da elevada temperatura, esquecendo-se de jogos na Copa do Mundo de 1994 (EUA), onde houve jogo cm 42 graus.

Não, não quero fechar os olhos para os erros da Copa. Nem estou propondo que nos esqueçamos dos puxadinhos, atrasos, estouros de orçamento e promessas não cumpridas. Tudo isto pode ser lembrado para aprendermos.

Mas podemos deixar um pouco de lado a ênfase, muitas vezes demasiada, aos erros, incidentes e pequenos transtornos que ocorrem em qualquer evento desta natureza, e enalteçamos as coisas boas que estão acontecendo.

A copa do Mundo do Brasil, enfim começou, e até o momento não vimos desabamento de estádios, quebra-quebra exacerbado nas ruas, prisões avassaladoras, ou outros incidentes de maior gravidade.

8 comentários sobre “Brasil, para de te maldizer tanto!

  1. Motivante texto. A cultura do “criticar” às vezes é bom para o nosso desenvolvimento, mas acho que nós brasileiros estamos utilizando de uma maneira bem errada.

  2. Bom texto, Kleber. Basta de enaltecer o lado negativo. Devemos lembrar de exemplos positivos, da solidariedade demonstrada nos últimos acontecimentos ocasionados pela chuva em nossa cidade. Jovens deixando seu divertimento de domingo para prestar solidariedade às famílias desabrigadas, passando a conviver com uma realidade até então distante de suas. Esses exemplos devem ser enaltecidos.

  3. Admiro suas publicações e discordo desta. O brasileiro está apenas expondo seu descontentamento como a situação atual. Temos um país que teve 7 anos para fazer as obras para Copa do Mundo (maior prazo não foi dado a nenhum outro) e o que vemos é um show de incompetência no cronograma das obras, entrega apenas de pouco mais da metade do que foi prometido além do já temido superfaturamento presente na maioria das obras (que o TCU traga a luz e que os ladrões do alheio e que sejam punidos de forma exemplar) Não vou citar o caos que o país vive em segmentos básicos pois sei que todos aqui estão cansandos de saber. Em relação a economia digo, estamos entrando em um período de estagnação e crescemos de forma pífia. Talvez quem não esteja informado ou viva imaginando sempre o melhor tenha ânimo para torcer e enaltecer a coisas boas da Copa do Mundo de 2014. Eu infelizmente só tenho a lamentar.

    1. Grato Karlyzian. Acho que um dos objetivos do Blog é o enriquecimento da discussão, com contrapontos e argumentos a favor e contra o blogueiro. VOcÊ tem razão em TUDO o que coloca, sobre as coisas negativas, e, até mesmo neste ponto, vejo uma oportunidade. Quando quando o ex-jogador Ronaldo (“Fenômeno”) criticou a Copa no Brasil e afirmou ter vergonha do que está acontecendo (alguns políticos e ministros logo criticaram), penso que esta constatação é um dos pontos positivos que esta copa trouxe. Quando visitamos outros países (e não precisa ir longe, pois Argentina e Chile dão belas aulas ao Brasil), vemos como precisamos avançar. Porém, penso que, uma vez iniciada a Copa, devemos reconhecer tudo o que está de ruim, mas não acho adequado enaltecer sobremaneira (e tão somente) este lado negativo. Muitíssimo obrigado por seu comentário. Espero não decepcioná-la nos próximos artigos. Em tempo: já leu sobre Investigação Apreciativa?

  4. Você tem razão Kleber. Eu sempre fui contra esse lance da mídia de só falar e mostrar coisas negativas. Eu acho que isso alimenta a energia negativa e só piora as coisas. Não digo para taparmos o sol com a peneira,, mas acho que em alguns momentos o lado ruim tem que aparecer de maneira a dar exemplo de como não fazer. Em outros momentos, não devíamos falar tanto sobre o ruim.A mídia mostra muito mais coisas ruins e isso alimenta a curiosidade mórbida. humana.Tanto é que,,não sei se você lembra, por muito tempo no encerramento do Jornal Nacional era apresentada uma matéria, com algo fofinho, bonitinho, engraçado.
    Eu também acredito que bandidos, corruptos, estelionatários e demais pessoas que pendem para o lado do mal, gostam de mídia, gostam de aparecer e o que a mídia faz as vezes, atrapalha.o cidadão e ajuda a bandidagem em geral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s